domingo, 6 de novembro de 2011


E no meio do caminho tinha você. Com um face cheia de interrogações e um sorriso encantador. Estavas me dizendo tudo que desejava ouvir nesses últimos dias. Eu tinha tanto medo de te contar as coisas que o coração estava sentindo de verdade. Naquele momento algo mágico aconteceu e as palavras saíram com uma naturalidade irreal. Te falei sobre os caminhos que eu desejava ter seguido e sobre caminhar ao teu lado daqui para frente. E logo você me disse que há muito tempo sentia o mesmo. Nós tínhamos medos iguais. Esperanças iguais. E um amor idealizado cheio de musiquinhas românticas. Ali era só eu e você, sem um mundo repleto de opiniões. Eu e você. Era um sonho. Parecia real, mas era um sonho.


6 comentários:

  1. E apesar de serem apenas sonhos isso deixa os nossos dias mais encantadores, mais vivos!

    ResponderExcluir
  2. Exatamente como me sinto.
    Parabéns :)

    ResponderExcluir
  3. É R.L., os sonhos nos faz viver a realidade querendo que aconteça igual, ou pelo menos parecido.. :D

    ResponderExcluir
  4. A realidade às vezes não acompanha o sonho...e dói muito.
    Bjo no coração.

    ResponderExcluir
  5. Verdade demais isso, Mara.. Dói mesmo!
    Bjos

    ResponderExcluir